z

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

CLIP - Clínica de Psicologia

CLIP #Saúde

Na clip saúde dedicamo-nos ao bem-estar psicológico, com actividades no âmbito da psicologia clínica, psicoterapia, avaliação psicológica e desenvolvimento pessoal. Este trabalho pode ser desenvolvido em diferentes faixas etárias e grupo: crianças, adolescentes, adultos, idosos, casais, famílias e grupos.

Psicoterapias

A psicoterapia é uma intervenção de cariz psicológico, com o objetivo de ajudar a pessoa a tomar consciência do seu funcionamento – porque pensa, se sente e comporta de certa forma – promovendo mudanças que permitam influenciar positivamente diferentes áreas da sua vida, quer seja a um nível mais pessoal, profissional e/ou familiar.

 

A psicoterapia pode ajudar a lidar com uma problemática específica, seja depressão, ansiedade, fobias, stress traumático, perturbação obsessivo compulsiva, problemas relacionais, conflitos laborais, pessoais, conjugais e/ou familiares que podem causar sofrimento psicológico, ou ajudar a lidar de uma forma mais adaptativa com situações difíceis passadas ou presentes.

 

A psicoterapia pode, entre outras, ajudar a desenvolver capacidades de gestão emocional e aumentar a autonomia e resiliência face a adversidades. Ajudar a desenvolver competências sociais e emocionais, através, por exemplo do treino de assertividade e comunicação e do treino de resolução de problemas. A psicoterapia pode ainda ajudar a criar novas narrativas de si próprio e dos outros, assim como novos modos de compreender e de guiar a sua vida.

 

Durante as sessões de psicoterapia podem ser abordados temas como as alterações de humor, sentimentos, pensamentos, comportamentos, relações interpessoais, desejos e objetivos de vida.

 

Existem vários modelos terapêuticos, o que poderá levar a diferentes abordagens de um terapeuta em sessão. Globalmente um processo psicoterapêutico pressupõe o estabelecimento de uma relação terapêutica que se caracteriza pela colaboração entre o terapeuta e cliente, com o objetivo de decidirem e trabalharem em conjunto objetivos e tarefas terapêuticas.

 

A frequência das sessões e a duração do processo terapêutico dependem das necessidades particulares e dos objetivos de cada cliente e deverão ser articuladas com o psicoterapeuta.

Intervenção Psicológica

A Psicologia fornece soluções para um conjunto de problemas de pessoas, famílias, entidades ou empresas e comunidades.

 

Com base em conhecimentos adquiridos na área do desenvolvimento, psicologia social e do trabalho e nas várias áreas da saúde e ajustamento, a intervenção psicológica incide sobre processos humanos de uma forma suportada cientificamente.

Avaliação Psicológica

A Avaliação Psicológica é um método que permite analisar e avaliar, através da entrevista clínica e, se necessário, de um conjunto de provas psicológicas, o funcionamento psicológico da criança, adolescente ou adulto.

 

Usualmente são analisados o funcionamento cognitivo – memória, processamento de informação, atenção – funcionamento emocional e relacional. Não existe um número predefinido de sessões sendo que normalmente podem ser necessárias 4 a 6 sessões. Este trabalho culmina com a devolução final onde toda a informação é articulada.

 

A Avaliação Psicológica permite realizar um diagnóstico de funcionamento psicológico, estabelecer e definir objetivos clínicos adequados a cada indivíduo.

 

A avaliação psicológica serve para também para informar da competência do indivíduo para exercer determinado tipo de funções, nomeadamente uso ou porte de arma, condução ou para efeitos de reforma.

Áreas de Intervenção

  • Depressão e perturbações do humor
  • Ansiedade, pânico, fobias
  • Stress Pós traumático
  • Comportamentos obsessivo compulsivos
  • Instabilidade emocional
  • Perturbações do comportamento alimentar
  • Dificuldades relacionais
  • Baixa auto-estima
  • Ciclos de vida da família (filhos em idade escolar, filhos adolescentes, saída de casa dos filhos);
  • Crise no casal
  • Dificuldades de adaptação escolar
  • Dificuldades de aprendizagem
  • Gravidez
  • Sexualidade
  • Jovens adolescentes de risco
  • Perturbações do sono
  • Processos de luto
  • Consumo problemático de substâncias
  • Vitimização e mau trato
  • Adaptação ao divórcio
  • Perda de emprego
  • Adaptação à doença
  • Desenvolvimento pessoal